Como ler exportações de dados do Slack

Assim que tiver exportado os dados do seu workspace, você poderá baixar um arquivo .zip para acessar o histórico de mensagens e os links de arquivos.  


Opções de exportação

Os proprietários e administradores do workspace têm duas opções para exportar dados:

  • Todos os planos do Slack: exporte todos os dados de canais públicos com a exportação padrão
  • Plano Plus: inscreva-se para exportar todos os dados do workspace com a exportação corporativa

Após terminar a exportação, baixe um arquivo .zip com os dados do seu workspace. Dependendo do tipo de exportação, seu arquivo incluirá:

  Exportação padrão Exportação corporativa
Canais (channels.json)

Mensagens diretas (dms.json)  

Canais privados (groups.json)  

Registros de atividade do app (integration_logs.json)

Mensagens diretas de grupo (mpims.json)  

Membros (users.json)

Pastas para todos os canais públicos

Pastas para todos os canais privados

 

Pastas para todas as mensagens diretas

 

Observação: as exportações do Slack não contêm nenhum arquivo adicionado ao seu workspace. Há uma série de links para arquivos que direcionam de volta para os arquivos do workspace.


Navegar no arquivo de exportação

Quando você abre o arquivo de exportação .zip, cada canal ou mensagem direta tem sua própria pasta. Cada pasta contém mensagens da conversa, organizadas por data em arquivos JSON separados. 

Você verá arquivos de referência para diferentes tipos de conversas: arquivos channels.json para canais públicos, arquivos groups.json para canais privados, e arquivos dms.json para mensagens diretas. Esses arquivos contêm os IDs de usuário e de canal. Para localizar uma conversa específica, você precisará usar os arquivos de canal e de referência. Por exemplo, para localizar uma mensagem específica, você pode fazer o seguinte: 

  1. Abra o arquivo users.json e pesquise os usuários em questão. Anote os IDs deles. 
  2. Em seguida, abra o arquivo channels.json, groups.json ou dms.json e pesquise a conversa que inclua esses dois IDs na seção de membros. Anote o ID da conversa ou o nome do canal para a conversa em questão. 
  3. Na pasta de exportação principal, localize a pasta que tem como título o nome do canal ou o ID da conversa em questão. Você encontrará vários arquivos JSON nessa pasta — um para cada data em que foram enviadas mensagens.

Observação: O arquivo de exportação só conterá uma pasta se houver mensagens no intervalo de datas que você exportou. Por exemplo, se sua política de retenção estiver configurada para excluir mensagens em canais públicos após 30 dias, e você selecionar um intervalo de datas situado mais de 31 dias atrás, sua exportação não incluirá pastas para canais públicos.

Como ler uma mensagem 

Cada mensagem inclui os seguintes campos:

  • "type": 
    indica que os dados se referem a uma mensagem
  • "user": 
    o ID do membro que enviou a mensagem
  • "text": 
    o texto real da mensagem
  • "ts": 
    a data e a hora em que a mensagem foi postada Você pode usar qualquer conversor de horário unix on-line para traduzir a data e a hora. Se pesquisar “data e hora Unix”, você encontrará várias opções.

As mensagens serão registradas no arquivo de data associado à data em que a mensagem foi enviada. Uma mensagem bem simples tem uma aparência assim:

{
   "type": "message",
   "user": "U2147483697",
   "text": "Olá, mundo!",
   "ts": "1355517523.000005"
}

Observação: Algumas mensagens também poderão incluir um valor "attachments". Esse valor contém uma lista de objetos anexados à mensagem. 

Dica: você pode traduzir os IDs alfanuméricos dos campos "channel" e "user" fazendo referência aos arquivos channels.json e users.json.

Como ler uma mensagem editada

Os membros podem editar mensagens que compartilharam em um canal. Se sua opção de exportação permitir registros de edição, uma mensagem editada terá o valor "edited" com as seguintes informações:

  • "user"
    O ID do membro que fez a alteração
  • "ts"
    A data e a hora em que a mensagem foi editada. Você pode usar qualquer conversor de horário unix on-line para traduzir a data e a hora. Se pesquisar “data e hora Unix”, você encontrará várias opções.

Essas edições serão registradas no arquivo de data associado à data em que a edição ocorreu. Veja um exemplo:

{
        "type": "message",
        "user": "UTXHL6F8A",
        "upload": false,
        "ts": "1590101612.000000",
        "text": "Olá, esta é a mensagem editada.",
        "previous": {
            "text": "Olá, esta é a mensagem original.",
            "blocks": [
                {
                    "type": "rich_text",
                    "block_id": "Bts",
                    "elements": [
                        {
                            "type": "rich_text_section",
                            "elements": [
                                {
                                    "type": "text",
                                    "text": "Olá, esta é a mensagem original."
                                }
                            ]
                        }
                    ]
                }
            ]
        },
        "original_ts": "1590101603.000300",
        "subtype": "message_changed",
        "editor_id": "UTXHL6F8A",
        "blocks": [
            {
                "type": "rich_text",
                "block_id": "O+PJ",
                "elements": [
                    {
                        "type": "rich_text_section",
                        "elements": [
                            {
                                "type": "text",
                                "text": "Olá, esta é a mensagem editada."
                            }
                        ]
                    }
                ]
            }
        ]
    }


Como ler uma mensagem excluída

Os membros podem excluir mensagens que compartilharam em um canal. Se suas políticas de retenção permitirem registros de exclusão, as mensagens excluídas terão um valor "previous" e as seguintes informações:

  • "text"
    O texto da mensagem excluída
  • "ts"
    A data e a hora em que a mensagem foi excluída. Você pode usar qualquer conversor de horário unix on-line para traduzir a data e a hora. Se pesquisar “data e hora Unix”, você encontrará várias opções.

A exclusão de mensagens será registrada no arquivo de data associado à data em que a mensagem foi excluída. Veja um exemplo:

{
       "type": "message",
       "user": "UTXHL6F8A",
       "upload": false,
       "ts": "1590101824.000000",
       "text": "",
       "previous": {
           "text": "Esta é uma mensagem que foi excluída.",
           "blocks": [
               {
                   "type": "rich_text",
                   "block_id": "ABSkQ",
                   "elements": [
                       {
                           "type": "rich_text_section",
                           "elements": [
                               {
                                   "type": "text",
                                   "text": "Esta é uma mensagem que foi excluída."
                               }
                           ]
                       }
                   ]
               }
           ]
       },
       "original_ts": "1590101818.000600",
       "subtype": "message_deleted",
       "editor_id": "UTXHL6F8A"
   }


Subtipos de mensagem

Além das mensagens que os membros compartilham no Slack, há subtipos de mensagens. Essas são mensagens postadas por apps, bots ou integrações. Elas também podem ser mensagens exibidas quando um membro entra em um canal. Aqui está uma lista completa dos subtipos de mensagens:

 

Tipo Descrição
bot_message Uma mensagem foi postada por um app ou uma integração
me_message Uma mensagem /eu foi enviada
message_changed Uma mensagem foi alterada
message_deleted Uma mensagem foi excluída
channel_join Um membro entrou em um canal
channel_leave Um membro saiu de um canal
channel_topic O assunto de um canal foi atualizado
channel_purpose O objetivo de um canal foi atualizado
channel_name Um canal foi renomeado
channel_archive Um canal foi arquivado
Channel_unarchive Um canal foi desarquivado
group_join Um membro entrou em um grupo
group_leave Um membro saiu de um grupo
group_topic O assunto de um grupo foi atualizado
group_purpose O objetivo de um grupo foi atualizado
group_name Um grupo foi renomeado
group_archive Um grupo foi arquivado
group_unarchive Um grupo foi desarquivado
file_share Um arquivo foi compartilhado em um canal
file_reply Uma resposta foi adicionada a um arquivo
file_mention Um arquivo foi mencionado em um canal
pinned_item Um item foi fixado em um canal
unpinned_item Um item foi desafixado de um canal

 

Itens salvos, itens fixados e reações

As mensagens podem ter propriedades adicionais para mostrar se alguém interagiu com ela.

  • Se houver "is_starred": true, isso significa que um membro salvou a mensagem. Se ninguém tiver salvo a mensagem, você não verá esse valor.
  • Se uma mensagem for fixada em algum lugar, você verá os IDs dos locais ao lado de "pinned_to".
  • Se houver o valor "reactions", ele listará as reações que foram adicionadas à mensagem ("name"), o número de membros que reagiram ("count") e uma lista de membros que reagiram ("users").
{
   "type": "message",
   "channel": "C2147483705",
   "user": "U2147483697",
   "text": "Olá, mundo!",
   "ts": "1355517523.000005",
   "is_starred": true,
   "pinned_to": ["C024BE7LT", ...],
   "reactions": [
       {
           "name": "astonished",
           "count": 3,
           "users": [ "U1", "U2", "U3" ]
       },
       {
           "name": "facepalm",
           "count": 1034,
           "users": [ "U1", "U2", "U3", "U4", "U5" ]
       }

Observação: o valor "reactions" talvez não liste todos os membros que reagiram a uma mensagem, mas o valor "count" sempre mostrará o número real de membros que reagiram.


Localizar os links de arquivos do Slack

Os arquivos de exportação do Slack não contêm nenhum arquivo do workspace. Eles incluem uma série de links de arquivos, localizados nos arquivos JSON do histórico de mensagens do seu arquivo de exportação, que direcionam de volta para os arquivos do workspace. Copie esses links de arquivos do arquivo JSON e cole-os no seu navegador para abrir os arquivos.

Eis aqui como localizar um arquivo específico:

  1. Abra a pasta da conversa na qual o arquivo foi compartilhado.
  2. Em seguida, localize o arquivo JSON que corresponde à data em que o arquivo foi compartilhado.
  3. você verá o link do arquivo nos detalhes da mensagem em que ele foi compartilhado, na seção "files:".

Observação: se você excluir um arquivo ou o canal ou workspace em que ele foi compartilhado, o arquivo não poderá mais ser acessado pelo do link de arquivo da sua exportação.