Guia do criador de fluxo de trabalho

Quem pode usar este recurso?
  • Todos os membros (por padrão)
  • Planos Padrão, Plus e Enterprise Grid

O criador de fluxo de trabalho oferece um conjunto de ferramentas simples para automatizar processos de rotina em fluxos de trabalho no Slack. Um fluxo de trabalho é uma tarefa ou um processo automatizado com várias etapas.

Por padrão, todos os membros de um workspace (exceto convidados) podem criar fluxos de trabalho. Um fluxo de trabalho publicado pode ser usado por qualquer membro do canal, incluindo convidados e membros de outras organizações em um canal compartilhado.

Dica: os desenvolvedores de apps do Slack podem, a partir de agora, incluir a nossa versão beta aberta das etapas de fluxo de trabalho para criar etapas que os criadores possam usar para conectar os fluxos de trabalho do Slack ao seu serviço. Revise a documentação e comece a usar a API do Slack

Como usar fluxos de trabalho

Fluxos de trabalho personalizados podem ajudar a simplificar as tarefas das equipes em empresas de todos os tamanhos. Se quiser, você também pode criar fluxos de trabalho com base em um modelo ou modificar um de seus arquivos já existentes. Veja alguns exemplos de processos que podem ser automatizados com o criador de fluxo de trabalho: 

Você pode acessar um pequeno conjunto de modelos de fluxos de trabalho no app Slack para computadores ou em seu navegador. Para usar um modelo, abra o criador de fluxo de trabalho e clique na aba Modelos na parte superior da tela. Outra opção é acessar as Dicas do Slack para escolher entre uma variedade de exemplos e importá-los para o criador de fluxo de trabalho

 

Criar fluxos de trabalho

O básico sobre o criador de fluxo de trabalho

  • Os fluxos de trabalho são formados por um acionador e um conjunto de etapas para concluir uma tarefa.
  • Qualquer pessoa que criar um fluxo de trabalho poderá adicionar colaboradores para ajudar a gerenciá-lo.
  • A possibilidade de criar fluxos de trabalho depende das configurações do workspace.

Você pode criar o fluxo de trabalho que quiser no Slack em seu computador. Depois de publicar o fluxo de trabalho, é uma boa ideia adicionar um pequeno conjunto de instruções no assunto do canal. Assim, fica mais fácil para os membros saberem como usá-lo.

 

Iniciar fluxos de trabalho 

Depois que um fluxo de trabalho tiver sido adicionado a um canal, todos os membros poderão usá-lo. Dependendo de como o fluxo de trabalho foi configurado, ele poderá ser iniciado automaticamente com base em uma ação dos membros, como entrar em um canal ou usar uma determinada reação de emoji. Outros fluxos de trabalho podem ser iniciados no menu de atalhos de um canal:

Desktop

Móvel

  1. Em um canal, clique no  ícone de raio à esquerda do campo de mensagem.
  2. Abaixo de Adicionado a #nome-do-canal, selecione o fluxo de trabalho que deseja iniciar. 
  1. Em um canal, toque no  ícone de raio
  2. Abaixo de Adicionado a #nome-do-canal, toque no fluxo de trabalho que deseja iniciar.

Dica: se houver algum fluxo de trabalho no canal, o ícone de raio será azul. Clique no ícone para ver todos os fluxos de trabalho disponíveis no canal.


Gerenciar permissões de criação de fluxos de trabalho

Nos planos Padrão e Plus, os proprietários e administradores de workspaces podem optar por restringir a criação de fluxos de trabalho a funções administrativas ou determinados membros do workspace.

No Plano Enterprise Grid, os proprietários e administradores de organização podem desativar o criador de fluxo de trabalho para toda a organização. Se o criador de fluxo de trabalho estiver ativado, os proprietários e administradores de organização podem criar uma política que defina o acesso ou permitir que os proprietários e administradores de workspaces gerenciem o acesso.

Confira mais detalhes em Gerenciar acesso e permissões do criador de fluxo de trabalho.


Criador de fluxo de trabalho e Enterprise Key Management (EKM)

Os clientes do Enterprise Key Management (EKM) que usam o criador de fluxo de trabalho vão perceber que os seguintes dados estão criptografados nas chaves: 

  • Blueprint do fluxo de trabalho.
    Etapas, mensagens, formulários e variáveis do fluxo de trabalho, além do canal ao qual ele for adicionado.
  • Mensagens e dados de formulários do fluxo de trabalho.
    Todas as mensagens e dados de formulários enviados ou coletados durante o fluxo de trabalho.

Se o EKM estiver ativado em sua organização, quaisquer fluxos de trabalho criados antes de 14 de maio de 2020 não serão criptografados. Os fluxos de trabalho criados nesse dia ou após essa data, além de todos os dados enviados e coletados por qualquer fluxo de trabalho, estarão em conformidade com o EKM. Caso queira cancelar a publicação ou excluir fluxos de trabalho criados antes de 14 de maio de 2020, siga as instruções em Gerenciar fluxos de trabalho em que você é colaborador

Observação: os nomes de fluxos de trabalho não são criptografados com o EKM.