Table with a newspaper, cup of tea, reading glasses, and sliced orange
Cliente em destaque

Comunicação em equipe na redação.

"O Slack é como uma reunião em andamento. Você se concentra nas partes que são importantes e sai da sala quando tiver terminado. Liberdade para ir e vir. Se alguém precisar, chamará você para a sala."

Matthew TaylorEditor de Produção digital, The Times (UK)

Resultados de uso do Slack:

"O Slack é como uma reunião em andamento. Se alguém precisar, chamará você para a sala."

Principais integrações usadas com o Slack:

  • Google Drive
  • Google Calendar
  • GitHub
  • Donut
  • Twitter
  • AppFollow

Como o jornal diário mais antigo da Grã-Bretanha, o The Times é mais conhecido como o pilar do jornalismo impresso tradicional do que por sua inovação da mídia digital. Essa é a percepção que a equipe de desenvolvimento e estratégia digital em rápido crescimento do The Times e do Sunday Times quer mudar. A equipe se dedica a projetar e desenvolver ferramentas de código aberto que facilitem para todos no The Times e no Sunday Times a criação de jornalismo digital de excelência.

Uma série de reuniões editoriais diárias oferecia informações cruciais para a redação, e grande parte das conversas seguintes aconteciam por meio de e-mails individuais ou nas mesas. Não se pensava sobre o quanto essas trocas poderiam ser mais rápidas, compartilhadas mais amplamente e em tempo real.

Até mesmo a comunicação dentro da equipe digital, que consistia de uma reunião diária de 30 minutos para atualizar os gerentes sobre o progresso, deixava espaço para melhorias. A equipe se sentia improdutiva, às vezes pressionada, e ansiava por um jeito mais simples de reportar-se aos gerentes e comunicar-se com os departamentos.

"Trabalhamos em dois andares, ou seja, há uma lacuna física. No entanto, usamos o Slack como uma ponte para que todos fiquem informados."

Matthew TaylorEditor de Produção digital, The Times (Reino Unido)

A equipe de desenvolvimento digital já estava usando ferramentas básicas de mensagens para se comunicar com a equipe. No entanto, esperando encontrar algo melhor, um pequeno grupo de desenvolvedores decidiu experimentar o Slack. A capacidade de integração do Slack às ferramentas que já eram usadas mostrou valor imediato. As confirmações do BitBucket, o rastreamento de bugs no JIRA e as tarefas no Trello agora eram migrados para os canais do Slack para que todos na equipe pudessem ver e discutir. Com acesso a todos os problemas, progressos e projetos, os gerentes podiam fazer check-in navegando nos canais, em vez de tirar toda a equipe do trabalho para fazer uma reunião.

Mais equipes, projetos e conversas foram migrados para o Slack. Muitos começaram em grupos privados e depois passaram para canais quando as equipes perceberam que a transparência proporcionava insights sobre processos e discussões que antes não eram observados. Taylor observa que "40% das conversas acontecem em canais públicos. Essa porcentagem jamais seria pública se não fosse pelo Slack". Os membros da equipe editorial que participam agora podem ver e dar feedback sobre o mapa e o design de produtos e o progresso gradual que acontece no Slack.

Com toda a comunicação da equipe acontecendo no Slack e membros selecionados de outras equipes usando-o para manter o próprio grupo informado sobre as prioridades da equipe digital, a troca de e-mails internos entre os membros de equipes tornou-se "praticamente inexistente", diz Taylor, e o número de reuniões de check-in e de status de projeto caiu em quase dois terços. A equipe editorial percebeu o tempo que economizava para buscar informações com toda a comunicação da produção centralizada no Slack. Não levou muito tempo para que a equipe editorial testasse o Slack e, agora, a equipe de redação de notícias nacionais também usa o Slack para acompanhar e atualizar reportagens.

"O Slack é a ponte entre o trabalho e a vida pessoal. Parece mais natural ter um lugar onde todos estão, mas não se espera que você fale de trabalho o tempo todo."

Matthew TaylorEditor de Produção digital, The Times (Reino Unido)

Produtividade à parte, a equipe digital acha o trabalho mais agradável agora que conversas sobre eventos atuais, o novo bebê de um colega de trabalho e onde será a happy hour podem ocorrer tão livremente como aquelas sobre um grande projeto. Como Taylor diz, "O Slack nos proporcionou um relacionamento mais pessoal com os colegas de equipe. Ao mesmo tempo, temos ainda uma ferramenta que aumentou muito nossa eficiência."

Ao trazer conversas e fluxos de trabalho próprios e de outras equipes para o Slack, o Times e o Sunday Times estão preenchendo as lacunas de comunicação e cultura entre departamentos, aumentando a eficiência em toda a organização, reduzindo o uso de e-mail e o número de reuniões e ajudando a equipe de desenvolvimento digital a criar a própria cultura.